segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Roteiro Original

Diablo Cody e seu vestido africano ganharam o prêmio de roteiro original. Um absurdo.

Ok, ok, podem me metralhar.

8 comentários:

Aderson disse...

Metralhar? Concordo plenamente. Moral da história é podre, piadas forçadas, frases de efeito, eu hein.

Priscila Sampaio disse...

Eu jogo a pedra. =p

A-DO-RO Juno!

João Pedr disse...

a pessoa que se auto denomina "Diablo" não pode merecer oscar né?

James M. Barrie disse...

O roteiro é sincero e tem força.
É relativamente fraco; Juno é um filme que realmente não é grande coisa.
Sua indicação a Melhor Filme foi mais do que exagerada.
Mas é tão cativante, tão bonito, daqueles filmes que fazem você se sentir tão bem, que acho mais saudável ignorar as falhas que ele tem e deixar-se levar pelas qualidades (dentre as quais a maior, sem dúvida, é a Ellen Page).

Geo Euzebio disse...

antes da premiação assisti pela milionéssima vez Pequena Miss Sunshine. ano passado esse foi o filme do meu coração, independente do que possa ser dito sobre seus defeitos. Alan Arkin foi o melhor vovô que já vi. e teve também minha relação com Paul Dano que começou ali.

agora Juno ... não encheu tanto os meus olhos assim.

to contigo, malafatus!

Rodrigo Nunes disse...

Me encantei pelo roteiro de Rattatouile (será q escrevi certo?). Não cheguei a ver esse Juno ainda, mas pra mim que o ratinho de Brad Bird era quem merecia levar a estatueta de roteiro roiginal. Fazendo as devidas excessões, é de se atentar que - relembrando decadas passadas, com fimes como "noivo neurótico noiva nervosa" e "Cidadão Kane" - não fazem mais roteiros como antes, não acham? Abraço!

Diego disse...

Merecidamente, o andy é um bobão

Anônimo disse...

ô diego, vá se coçar!